O ciclista britânico Chris Froome (Sky) venceu hoje a Volta à Andaluzia, em Espanha, controlando as movimentações do espanhol Alberto Contador (Tinkoff-Saxo) na quinta e última etapa, ganha ao 'sprint' por Juan José Lobato (Movistar).

Na chegada a Alhaurin de la Torre (Málaga), o espanhol repetiu o triunfo da segunda etapa, relegando novamente o alemão John Degenkolb (Giant) para a segunda posição, de forma clara e com um segundo de diferença, enquanto o francês Sylvain Chavanel (IAM) foi terceiro, a dois segundos.

Como era esperado, apesar dos escassos dois segundos que os separavam na geral, Contador não tentou surpreender Froome nesta derradeira tirada de 170,9 quilómetros iniciada em Montilla, assumindo que o primeiro grande duelo do ano foi favorável ao britânico, vencedor da Volta a França em 2013.

Contador, que esta época visa a segunda vitória na Volta a Itália e a terceira no ‘Tour’, teve de contentar-se com o triunfo no Alto de Hazallanas, na terceira etapa, numa grande demonstração, à qual Froome respondeu no sábado, no Alto de Las Allanadas, numa troca de argumentos prometedora para a ‘Grande Boucle’, em junho.

Os dois corredores marcaram-se de perto ao longo da última tirada e terminaram no 'top-10', o britânico em sexto e o madrileno nono, ambos a dois segundos do vencedor.

No alongado pelotão, que chegou a 'conta-gotas', Fábio Silvestre (Trek) foi 32.ª classificado, a 22 segundos de Lobato, e Sérgio Paulinho terminou em 108.º, a 2.38. Na geral, os dois portugueses ficaram em 78.º e 93.º, respetivamente, a cerca de 40 minutos do vencedor.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.