O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, felicitou hoje João Almeida (Deceuninck-QuickStep), quarto na geral final da Volta a Itália, e Ruben Guerreiro (Education First), vencedor da classificação da montanha, por terem feito “duas prestações extraordinárias”.

Numa nota publicada no sítio ‘online’ da Presidência, é notado que os dois ciclistas “fizeram história com duas prestações extraordinárias que durante as últimas três semanas empolgaram todos os portugueses”.

As imagens do último dia de um Giro histórico para o ciclismo português
As imagens do último dia de um Giro histórico para o ciclismo português
Ver artigo

“Estes registos constituem a melhor prestação de sempre de ciclistas portugueses no Giro, fizeram jus à história do ciclismo nacional, honraram o nome de Portugal e merecem o reconhecimento do Presidente da República”, pode ler-se na nota.

João Almeida liderou durante 15 dias a geral da ‘corsa rosa’, acabando no quarto posto, a melhor classificação de sempre de um ciclista luso, e Ruben Guerreiro conseguiu vencer uma das principais classificações, a da montanha, um feito inédito para o ciclismo português, além de triunfar na nona de 21 etapas.

A 103.ª edição da Volta a Itália em bicicleta terminou hoje, com a vitória do britânico Tao Geoghegan Hart (INEOS), após a conclusão do contrarrelógio individual da 21.ª etapa, em Milão.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.