O italiano Giovani Visconti (Vini Zabù-KTM) abandonou hoje a Volta a Itália em bicicleta, por lesão, e deixou o português Ruben Guerreiro (Education First) mais perto do triunfo na classificação da montanha.

“O Giovani Visconti não vai partir para a 18.ª etapa do Giro, desde Pinzolo até Laghi di Cancano. O corredor siciliano tem sofrido há vários dias de uma tendinite patelar, que foi tratada depois da etapa de ontem [quarta-feira], mas esta manhã voltou a ter dores, até a descer as escadas, fazendo-nos decidir pelo abandono”, lê-se no comunicado da Vini Zabù-KTM.

Guerreiro ‘destronou’ Visconti da classificação da montanha do Giro na quarta-feira, ao somar 198 pontos, contra 148 do italiano, que era o principal ‘rival’ do ciclista natural de Pegões, no concelho do Montijo.

O belga Thomas De Gendt (Lotto Soudal) subiu ao segundo lugar desta hierarquia, com 82 pontos, à partida para os 207 quilómetros da etapa de hoje, a 18.ª, que conta com quatro contagens de montanha, uma de categoria especial, no Stelvio, uma de segunda e duas de primeira, a última das quais coincidindo com a meta.

O português João Almeida (Deceuninck-QuickStep) enverga a camisola rosa, símbolo da liderança na corrida, desde a terceira etapa, tendo iniciado a tirada de hoje com 17 segundos de vantagem sobre o holandês Wilco Kelderman (Sunweb).

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.