O português Iuri Leitão sagrou-se hoje vice-campeão europeu de eliminação, no primeiro dia dos campeonatos da Europa de ciclismo de pista, que decorrem em Plovdiv, na Bulgária.

O ciclista de 22 anos, que em outubro já tinha conquistado a medalha de prata nesta especialidade dos Europeus de sub-23, estreia-se nas medalhas entre a elite, ao ficar atrás apenas do britânico Matthew Walls, batendo o russo Sergei Rostovtsev, terceiro, pelo segundo lugar.

Na prova de eliminação, os ciclistas mais lentos de duas em duas voltas vão sendo eliminados, ao serem o último a cruzar a meta em cada passagem, e o luso teve de 'sprintar' várias vezes para se manter a salvo.

Quando já só restavam cinco ciclistas, Leitão voltou a fazê-lo e acabou por passar 'tranquilo' à luta pelas medalhas, chegando, depois, ao 'sprint' derradeiro pelo ouro, com Walls já sem forças para a discutir.

O ciclista de Viana do Castelo foi o principal destaque luso no primeiro dia de corridas, com Maria Martins a ser 10.ª classificada no scratch, disciplina em que tinha sido medalha de bronze nos Europeus de 2019 e nos Mundiais de 2020.

Esta prova foi ganha pela italiana Martina Fidanza, nova campeã da Europa, seguida da bielorrussa Hanna Tserakh, segunda, e da ucraniana Tetyana Klimchenko, terceira.

Na quinta-feira, Iuri Leitão disputa o scratch em busca de nova medalha, enquanto 'Tata' Martins vai à luta na eliminação, prosseguindo ambos em prova na sexta-feira, no omnium.

Ivo Oliveira e Iuri Leitão disputam a perseguição individual também na sexta-feira, com Maria Martins e Rui Oliveira nos pontos, antes de os irmãos Oliveira encerrarem a participação lusa no domingo, em madison.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.