O ciclista italiano Ivan Basso, que abandonou na segunda-feira o Tour de França depois de descobrir que tem um cancro no testículo esquerdo, disse hoje, à chegada a Milão, estar otimista.

“É uma situação delicada, mas vou enfrentá-la com otimismo”, referiu Basso, companheiro de equipa de Alberto Contador na Tinkoff-Saxo, acrescentando que teve sorte, por descobrir a tempo algo inesperado.

Basso, de 37 anos, vencedor do Giro em 2006 e 2010, lembrou que a descoberta aconteceu após a queda na quinta etapa, na qual se magoou e sentiu dores, levando a que o médico aprofundasse o que se passava.

Os exames revelaram então, segundo o ciclista, que a “coisa era mais séria” e que obrigava a uma cirurgia “o mais rápido possível”, razão pela qual o ciclista abandonou a Volta a França e seguiu para Itália para ser operado.

“Quero agradecer a todos os que têm estado comigo e agora é enfrentar isto com grande determinação”, acrescentou o italiano.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.