Maria Martins (Drops) sagrou-se hoje campeã portuguesa de fundo, no segundo dia dos Nacionais de ciclismo de estrada, em Castelo Branco, num triunfo ao ‘sprint’.

A ciclista, apurada para os Jogos Olímpicos Tóquio2020 no ciclismo de pista, cumpriu os 108,3 quilómetros, correspondentes a cinco voltas a um circuito em Castelo Branco, com o tempo de 3:13.23 horas.

No segundo lugar do ‘sprint’ ficou Daniela Campos (Bizkaia-Durango), que na sexta-feira se sagrou campeã de contrarrelógio individual, com a medalha de bronze a ser conquistada por Daniela Pereira (Clube BTT Matosinhos), a dois segundos das duas primeiras.

Aos 21 anos, no regresso aos Nacionais, este é o primeiro título em elites de Maria Martins, segunda em 2018, numa época em que, a correr pela britânica Drops, já foi terceira na Ronde de Mouscron.

A prova decorreu sempre compacta, sem ataques, nem grandes movimentações, com uma chegada em bloco à meta, em Castelo Branco.

Uma volta antes das elites, foi Beatriz Pereira (Bairrada) a sagrar-se campeã nacional de juniores, aos 17 anos, num triunfo ao ‘sprint’, e, à terceira passagem pela prova, foi a cadete Marta Carvalho (Extremosul/Hotel Alísios/Cenmais) a erguer os braços.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.