Cadel Evans (BMC) teve uma etapa para esquecer. Numa etapa marcada por várias contagens de montanha, o australiano não conseguiu seguir com os da frente e terminou a 16ª etapa apenas no 35º lugar.

Este seu mau dia levou-o a cair para sétimo geral e a ficar definitivamente afastado da luta por esta edição do Tour.

Após a tirada, Cadel Evans justificou a sua má prestação com problemas gástricos: «A Volta terminou para mim (…) Tive problemas de estômago antes da partida e quando isso acontece horas antes não se pode fazer muito. Não pensei que afetasse a minha corrida. Agora há que ser otimista mas também realista».

Bradley Wiggins segue líder da Volta a França e está cada vez mais perto de consumar a sua vitória final, caso esta quinta-feira supere mais uma etapa de montanha que atravessa os Pirinéus.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.