O eslovaco Peter Sagan (Bora-hansgrohe) venceu hoje ao ‘sprint’ a primeira etapa da Volta à Romandia em bicicleta, com o australiano Rohan Dennis (INEOS), vencedor do prólogo, a segurar a liderança da geral individual.

Sagan, de 31 anos, cumpriu os 168,1 quilómetros entre Aigle e Martigny em 4:12.40 horas, batendo sobre a meta o italiano Sonny Colbrelli (Bahrain-Victorious), segundo, e o neozelandês Patrick Bevin (Israel Start-Up Nation), terceiro.

No ‘sprint’ final, Sagan confirmou o favoritismo e, depois de Colbrelli sair na frente nos últimos metros, acabou por ser o mais rápido, somando o segundo triunfo da época, depois de uma etapa na Volta à Catalunha.

O antigo tricampeão mundial de fundo ‘disparou’ para o quinto lugar da geral, que continua a ser liderada por Rohan Dennis, com nove segundos de vantagem sobre dois companheiros da INEOS: o britânico Geraint Thomas é segundo e o australiano Richie Porte é terceiro.

O português Rui Costa (UAE Emirates) foi hoje 11.º classificado na etapa e, na geral, subiu um posto, para o 17.º, a 19 segundos do líder da prova suíça.

O ciclista luso acabou nos 10 primeiros da classificação final da corrida por seis vezes, mais do que qualquer outro corredor no pelotão, e tem como melhor resultado o segundo lugar de 2019, além de três terceiros lugares.

Na quinta-feira, a segunda de cinco etapas, além do prólogo de terça-feira, liga La Neuveville a Saint-Imier em 165,7 quilómetros, numa tirada de perfil acidentado que contempla cinco contagens de montanha de segunda categoria, antes de uma outra de primeira já nos últimos 20 quilómetros.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.