O presidente da União Ciclista Internacional (UCI), Brian Cookson, admitiu hoje a possibilidade da realização de controlos antidoping noturnos durante a Volta a França.

“É uma possibilidade. Nenhuma equipa deve pensar que pode ser poupada a este nível”, respondeu Cookson numa entrevista ao Le Monde, que sairá para as bancadas na quarta-feira, quando questionado sobre eventuais ‘raids’ noturnos.

O novo código mundial antidopagem, em vigor desde 01 de janeiro de 2015, autoriza a realização de controlos “em todos os lados, em todos os momentos”.

No entanto, em França, o debate sobre os termos legais de um ‘raid’ noturno, com controlos a ciclistas, ainda decorre, com o decreto governamental a ser esperado apenas após no final da Volta a França, que decorre até 26 de julho.

Bruno Genevois, presidente da Agência francesa antidopagem (AFLD), que é responsável pelos controlos no Tour, lembrou à AFP que os testes não são permitidos pela lei francesa.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.