Aos 33 anos, Porte deve assumir o papel de líder da equipa, que conta com a sua experiência para atacar uma vitória inédita na próxima Volta a França, prova na qual tem um quinto lugar na classificação geral de 2016 como melhor resultado e que teve de abandonar nas últimas duas edições.

"Finalmente posso confirmar que me vou juntar à Trek-Segafredo na próxima temporada. São notícias entusiasmantes, estou ansioso por me juntar a esta grande equipa e começar a trabalhar a partir de janeiro. Simultaneamente, quero agradecer à BMC, foi uma grande caminhada e gostei muito destes três últimos anos", afirmou o ciclista num vídeo publicado na conta da sua futura equipa no Twitter.

No currículo do australiano encontram-se vitórias na Volta ao Algarve de 2012, nas edições de 2013 e 2015 da Paris-Nice, da Volta à Catalunha em 2015, ou o triunfo deste ano na Volta à Suíça, entre outros feitos, mas Porte vincou a sua ambição de somar novas conquistas.

"A Volta a França continuará a ser um grande objetivo para mim, mas também vou apontar para as corridas de uma semana, como aquelas que já ganhei e outras nas quais nunca corri", salientou o australiano.

Já o diretor da Trek-Segafredo, o italiano Luca Guercilena, enalteceu o perfil de um corredor "que já demonstrou as suas capacidades", mostrando-se convicto de que Porte "irá obter grandes resultados" nos próximos anos.

Entretanto, Richie Porte está já na Andaluzia com a equipa BMC para disputar a Volta a Espanha, que começa este sábado, em Málaga, com um contrarrelógio de oito quilómetros, e termina no dia 16 de setembro, em Madrid.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.