O ciclista esloveno Primoz Roglic (Jumbo-Visma) assumiu hoje a liderança do Tour de l’Ain, ao bater ao ‘sprint’ o colombiano Egan Bernal (Ineos) e conquistar a segunda etapa, entre Lagnieu a Lélex Monts-Jura, num total de 140,5 quilómetros.

Roglic bateu sobre a meta Bernal e o italiano Valerio Conti (UAE Team Emirates), todos cronometrados em 3:38.14 horas, e o também colombiano Nairo Quintana (Arkea-Samsic), que gastou apenas mais um segundo.

Depois do oitavo lugar da primeira tirada, o português João Almeida (Deceuninck - Quick Step) repetiu a classificação na segunda, a 15 segundos.

À frente do ciclista luso, entraram ainda o holandês Steven Kruijswijk (Jumbo-Visma), a seis segundos, e o espanhol Jesus Herrada (Cofidis) e o italiano Fabio Aru (UAE Team Emirates), ambos a 14.

Na geral, Roglic totaliza menos 10 segundos do que Bernal, segundo, 12 face a Conti, terceiro, e 18 em relação a Quintana, quarto, enquanto João Almeida é oitavo, a 32.

O esloveno, que já tinha impressionado na primeira etapa, quase plana, confirmou hoje, numa tirada de média montanha, que será um dos grandes favoritos à vitória na Volta a França, entre 29 de agosto a 20 de setembro.

A formação Jumbo-Visma comandou a corrida, tentando isolar Bernal, campeão em título do ‘Tour’, que só não resistiu ao ‘sprint’ final ‘explosivo’ de Roglic.

No domingo, realiza-se a terceira é última etapa da prova, que será marcada por três grandes subidas: la Sele de Fromental, col de la Biche e Grand Colombier, numa ‘cópia’ aproximada da 15.ª etapa do ‘Tour’ de 2020.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.