Rui Costa abandou a Volta a França em bicicleta. O ciclista português desistiu da prova raínha do ciclismo mundial, quando faltavam 44 quilómetros para o final da 11.ª etapa.

O ciclista da Lampre Merida tinha sido um dos mais afetados na etapa de terça-feira, quando chegou com com mais de 17 minutos de atraso em relação a Chris Froome, vencedor da primeira etapa de montanha.

O português reconheceu, no seu diário da Volta, que foi um dia para esquecer.

"Hoje [terça-feira] tive um dia mau. A dor da perna esquerda a juntar ao calor e depois de um dia de descanso, fizeram o conjunto para que eu fosse todo o dia com más sensações. Fiquei triste mas estou conformado”, escreveu o português.

Rui Costa tinha caído para o 33.º posto a 22m10s do Camisola amarela e assumiu que o seu objetivo ia passar por vencer uma etapa.

“Sem desanimar, vou avançar para o plano B. Plano esse que passa por perder mais tempo para ter maior liberdade de entrar numa fuga. Quem sabe se a sorte ainda me bate à porta e eu possa dar uma alegria a vocês que me apoiam e à minha equipa”, escreveu Rui Costa na terça-feira.

Hoje o antigo campeão mundial acabou por desistir quando faltavam 44 quilómetros para o fim da etapa, que liga Pau/Cauterets-Vallée de Saint-Savin, numa tirada de 188 km.

Recorde-se que o ciclista português caiu na terceira etapa do Tour, juntamente com o português Tiago Machado e o, na altura, camisola amarela, Fabian Cancellara.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.