“Fico contente com o Prémio da Combatividade, também é importante. Preferia ter conseguido uma vitória, mas hoje não foi possível. Amanhã, voltarei a tentar, mas não será fácil”, reconheceu.

Rui Costa, que foi apanhado pelo francês Romain Bardet (AG2R) já na subida de primeira categoria ao alto de Saint-Gervais Mont Blanc, explicou que o desgaste acumulado pelos cerca de 140 quilómetros em fuga não lhe permitiu responder ao ataque do agora segundo classificado da geral.

“Quis tentar a minha sorte, porque me sentia bem e o percurso era-me favorável, mas depois de tantos quilómetros em fuga e de um bom bocado em solitário, as minhas pernas estavam mais cansadas do que as do Bardet e não pude fazer nada”, descreveu.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.