A Agência Antidopagem dos Estados Unidos (USADA) recusou um pedido da União Ciclista Internacional (UCI) para partilhar os documentos sobre o processo ao antigo ciclista norte-americano Lance Armstrong.
Numa carta enviada à UCI, que reclama ter jurisdição sobre este caso, a USADA diz que entregar os documentos ao organismo internacional seria como «pôr uma raposa a guardar um galinheiro».
«A conspiração de doping da US Postal aconteceu debaixo do olhar da UCI, por isso, é claro que a UCI e os participantes na conspiração, que fizeram batota com o uso de perigosas drogas de melhoria de rendimento, têm interesse em encobrir o que se descobriu», disse o diretor executivo da USADA.
O responsável da USADA lembrou que elementos dessa conspiração têm tentado de várias formas impedir o progresso do processo, mas garantiu que «os esforços para intimidar, assustar ou pressionar» não os vão impedir de levar o caso para a frente.
Em junho, a USADA acusou Armstrong, sete vezes vencedor da Volta a França, de ter utilizado doping durante a sua carreira entre 1998 e 2011, assim como outros cinco antigos colegas de equipa.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.