O ciclista colombiano Nairo Quintana (Movistar), que assumiu a sua responsabilidade na vitória de Chris Froome (Sky) na oitava etapa da Volta a França, foi hoje criticado pelo colega de equipa Alejandro Valverde por ter deixado escapar o britânico.

“Não entendo como [Quintana] ficou cortado na descida. Eu fiz tudo o que podia, a roda que ele tinha de seguir era a de Froome”, disparou o espanhol, assim que cortou a meta, referindo-se à descida final da etapa.

O ciclista da Sky acelerou no início da descida, que se seguiu à contagem de montanha do Peyresourde, e Quintana, que era o homem que ia na sua roda, não tapou o espaço aberto pelo britânico, deixando o seu grande rival ganhar uma vantagem que lhe permitiu vestir a amarela em Bagnères-de-Louchon.

“A equipa esteve excelente e o que aconteceu na parte final foi uma distração minha”, reconheceu o chefe de fila da Movistar.

A falha do colombiano, segundo atrás de Froome nas edições de 2013 e 2015, deixou espantado o diretor desportivo.

“Não esperávamos o ataque de Froome na descida, mas o certo é que o Nairo não foi capaz de reagir ao ataque do seu rival”, salientou Eusebio Unzué.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.