A organização da Volta a Espanha em bicicleta confirmou hoje a presença do ciclista italiano Vincenzo Nibali na próxima edição da prova, que se realiza entre 25 de agosto e 16 de setembro.

O corredor da Bahrain-Merida foi dado como apto pelos médicos, depois de recuperar da fratura na décima vértebra da coluna, motivada por uma queda que o afastou da Volta a França, e vai envergar o dorsal número um na ausência do vencedor do ano passado, o britânico Chris Froome.

“O meu objetivo na Vuelta é ser protagonista em várias etapas. O ideal para mim seria ganhar várias etapas da última semana. Como estou em fase de recuperação, custa mentalizar-me para a classificação geral, já que tive pouco tempo para me treinar”, admitiu o vencedor da edição de 2010 e segundo classificado em 2013 e 2017.

Para o diretor da organização espanhola, Javier Guillén, a informação da disponibilidade de Nibali é um ‘trunfo’ que se soma às presenças de outros três antigos campeões: o espanhol Alejandro Valverde (2009), o italiano Fabio Aru (2015) e o colombiano Nairo Quintana (2016).

“É um luxo poder contar com ele uma vez mais. No ano passado voltou a demonstrar-nos o seu valor e o compromisso para com a Vuelta, terminando no segundo lugar. É um corredor elegante, combativo e carismático. Por tudo isso, merece o dorsal número um”, explicou Guillén.

A edição de 2018 da Vuelta começa no sábado, em Málaga, com um contrarrelógio individual de oito quilómetros, e termina no dia 16 de setembro, em Madrid.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.