A Agência Francesa de Luta contra o Doping (AFLD) e a estrutura antidoping da União Ciclista Internacional (UCI) renovaram hoje o acordo para melhorar os controlos na Volta à França em bicicleta, que arranca no sábado de Düsseldorf, na Alemanha.

Esta cooperação entre a agência francesa e a Fundação Antidoping do Ciclismo (CADF), mandatada pela UCI, é baseado no "intercâmbio de dados relacionados com a localização dos corredores, informações sobre o passaporte biológico e registo eletrónico individual”, referem em comunicado.

Além dos controlos efetuados ao longo da temporada, exames de sangue foram realizados a todos os participantes pouco antes do início do Tour.

"Com base na recolha de informação", refere no comunicado a CADF, "algumas amostras serão mantidas até dez anos para permitir uma análise mais aprofundada, beneficiando dos avanços nas técnicas de deteção".

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.