O ciclista espanhol Raúl Alarcón (W52-FC Porto) vai hoje viver o seu último dia tranquilo na defesa da camisola amarela da Volta a Portugal, na oitava etapa, essencialmente plana, que vai ligar Gondomar a Oliveira de Azeméis.

Com as etapas decisivas à espreita, Alarcón espera hoje não enfrentar ataques dos adversários, sobretudo do italiano Rinaldo Nocentini (Sporting-Tavira), segundo da geral a 24 segundos, e do espanhol Vicente García de Mateos, terceiro a 30, já que apenas a explosiva chegada a Oliveira a Azeméis pode causar surpresas.

Os 121 corredores vão iniciar os 159,8 quilómetros da oitava etapa em Gondomar, de onde partem, às 13:10, em direção às metas volantes de Foz do Sousa (8,7) e Castelo de Paiva (43,7), que antecedem a contagem de terceira categoria de Vila Viçosa (59,2).

Seguem-se outras duas contagens de montanha, a de segunda categoria de Gamarão, ao quilómetro 87,3, e a de terceira, do Chão do Ave, 20 quilómetros mais à frente.

Depois de uma primeira passagem pela meta, o pelotão ainda encontra o último ‘sprint intermédio’ da jornada, em Nogueira do Cravo, antes de lutar pela vitória de etapa, na traiçoeira chegada a Oliveira de Azeméis, prevista para cerca das 17:30.

8ª Etapa – Gondomar - O. de Azeméis – 159,8 km

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.