A totalidade das 684 pessoas que integram a ‘bolha’ da Volta a Espanha tiveram resultados negativos na última bateria de testes ao novo coronavírus, que provoca a covid-19, anunciou hoje a organização e a União Ciclista Internacional (UCI).

Em comunicado conjunto, as duas entidades manifestam “o mais sincero agradecimento” a todos os ciclistas, membros das equipas e da organização da 75.ª edição da prova, pela demonstração de responsabilidade e cooperação face às restrições motivadas pela pandemia de covid-19.

A terceira ronda de testes ao novo coronavírus, na sequência “dos procedimentos para a reabertura da época velocipédica, criados no contexto da pandemia”, foi realizada na segunda-feira, durante o primeiro dia de descanso.

A Vuelta de 2020 é liderada pelo equatoriano Richard Carapaz (INEOS), enquanto Rui Costa (UAE Emirates) é o melhor dos cinco representantes portugueses, no 36.º lugar da geral individual, seguido de Nelson Oliveira (Movistar), no 61.º, Ricardo Vilela (Burgos-BH), no 111.º, Ivo Oliveira (UAE Emirates), no 138.º, e Rui Oliveira (UAE Emirates), no 153.º.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.