O guarda-redes Andrade, autor de um golo na vitória portuguesa frente à Suíça, por 7-3, admitiu que estava "com saudades" de inscrever o seu nome na ficha de marcadores.

"Na verdade estava com saudades de marcar. Quando cheguei à seleção portuguesa construí uma 'marca registada', porque em quatro jogos marquei três golos, por incrível que pareça. Claro que a minha função não é chamar o jogo para mim, porque há o Madjer, que é um fenómeno, mas prometi à minha esposa que veio do Brasil que marcaria um golo num momento importante estando ela a ver o jogo. Ela pôde disfrutar disso comigo, mas quando chegar ao hotel vou guardar tudo isso, porque de seguida temos um jogo contra a Rússia", salientou Andrade na zona mista do estádio de Espinho.

"Contra a Rússia vai ser um 'jogão'. É um jogo entre duas potências. A prioridade é defender bem, porque golos nós vamos marcar", anteviu o guardião.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.