A FIFA destacou a boa organização do Mundial de futebol de praia de Espinho, que arrancou oficialmente esta quinta-feira com uma conferência de imprensa de apresentação do evento. Os dois representantes oficiais do organismo que rege o futebol mundial salientaram ainda o entusiasmo dos adeptos lusos.

"É um prazer dizer que está tudo perfeitamente em ordem. O trabalho que temos feito com a FPF e com a Câmara de Espinho tem sido um sucesso. A partir daqui o protagonismo irá para as equipas, mas esta equipa já conseguiu um êxito importante. Temos umas instalações fantásticas, que permitem o perfeito desenrolar do evento", disse Joan Cusco, membro de comité de futebol de praia da FIFA.

"O interesse do público tem sido muito importante. Acreditamos que no final do evento iremos dizer que o público terá sido a grande razão do êxito deste evento", salientou ainda.

Jaime Yarza, diretor da FIFA para competições de futebol de praia, recordou a dimensão do evento.

"Estamos muito felizes e orgulhosos por estarmos aqui convosco. Para as 16 equipas que estarão aqui este será o grande momento dos últimos anos. Estamos apenas à espera do pontapé de saída, que acontece daqui a menos de duas horas. Há muitas pessoas que querem assistir aos jogos, mas também planeámos muitas outras atividades para os adeptos. De certeza que eles vão gostar deste mundial", referiu.

"Este não é apenas um mundial para as pessoas da cidade de Espinho, mas para todos os portugueses e para as pessoas que vêm de todos os cantos do mundo", rematou Yarza.

O primeiro encontro do Mundial de futebol de praia disputa-se no areal de Espinho a partir das 13h00 e vai colocar frente-a-frente a Itália e a Costa Rica. Pelas 14h30, Portugal entra em cena diante do Japão.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.