A seleção portuguesa está na final do Mundial de Futebol de Praia. A equipa de Mário Narciso bateu o Japão nas grandes penalidades por 2-1, depois de um 3-3 no tempo regulamentar em Assunção, Paraguai. A equipa lusa vai discutir o título com a Itália. Esta foi a primeira derrota da seleção nipónica.

Sob chuva contínua, Léo começou por dar vantagem a Portugal aos dois minutos mas os nipónicos empataram por Ozu aos 10. Yamauchi fez a reviravolta do Japão, antes de Bé Martins, aos 28 e 30 minutos, operar nova reviravolta, agora para Portugal.

Só que os nipónicos, que não perderam qualquer jogo na prova até a final, viriam a empatar aos 35 por Akaguma.

Nos três minutos de tempo extra não houve golos, pelo que o jogo teve de ser decidido nas grandes penalidades.

Nos penaltis, o Japão falhou dois, por Ozu e Tabata. Rui Coimbra e Madjer  fizeram os golos da vitória de Portugal.

Na outra meia-final, a Itália derrotou a Rússia por 8-7 após prolongamento, num jogo que estava empatado a sete bolas no tempo regulamentar. Nos italianos, destacaram-se Ramacciotti e Gori, ambos com três golos, enquanto, nos russos, Marakov, Zemskov e Romanov 'bisaram'.

Nos ‘quartos’, a Itália tinha afastado a Suíça por 5-4, enquanto a Rússia venceu o Brasil por 4-3. A Itália foi segunda em 2008, derrotada na final pelo Brasil por 5-3, terceira em 1996 e quarta em 1995, 2004 e nas duas últimas edições (2015 e 2017). Os italianos vão tentar o seu primeiro êxito na competição.

Portugal, que foi campeão em 2001 e 2015, vai tentar o terceiro título da sua história frente aos italianos.

A final disputa-se às 21:00 de domingo, hora de Lisboa.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.