Mário Narciso não conseguiu esconder a felicidade, ao ver Portugal sagrar-se campeão do Mundo de futebol de praia. O selecionador de Portugal disse que na final estiveram as duas seleções em melhor forma na atualidade.

"É uma sensação fantástica. Se me dissessem há três anos que ia ser campeão do mundo de futebol de praia eu diria que estavam a brincar. Esta equipa mereceu.

Tivemos um jogo muito difícil e esta final, não digo que foi entre as duas melhores seleções do mundo, mas foi entre as seleções estão em melhor forma neste momento", disse o técnico, na zona de entrevistas rápidas à RTP.

O público que lotou a praia da Baía em Espinho foi um dos grandes responsáveis pelo título luso. Mário Narciso não esqueceu o apoio vindo das bancadas.

"Este público foi fantástico. Foi claramente o 12.º jogador e não o digo da boca para fora", acrescentou.

Também Madjer, terceiro melhor jogador da prova, não cabia em si de contentamento. O veterano jogador de 38 anos foi interrompido pelos festejos dos colegas quando falava à RTP.

"Este título é merecido, sabíamos os sacrifícios que fazemos, o que abdicamos. A única forma de conseguirmos colmatar essas lutas, é com vitórias. Esta é mais uma importante, de todos os portugueses. Estamos todos de parabéns", disse Madjer, que não conseguiu prosseguir a entrevista, já que a zona foi invadida pelos colegas que festejavam o título.

Portugal venceu o Taiti por 5-3 e sagrou-se campeão mundial de futebol de praia.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.