O Sporting de Braga sagrou-se este domingo campeão nacional de futebol de praia, na Nazaré, ao vencer o Sporting, no desempate através de grandes penalidades (3-2), depois de uma igualdade a 4-4, que não se alterou no prolongamento.

A formação bracarense, detentora da Taça europeia de clubes de futebol de praia, ao vencer na final, disputada também na Nazaré, os ucranianos do Artur Music (8-5), reconquistou um título que perdeu na última época para o Sporting.

No tempo regulamentar registou-se uma igualdade a quarto golos no estádio do Viveiro, na Nazaré. Pelo Sporting de Braga marcaram Jordan, Be Martins e Bokinha (2) e pelo Sporting Ozu, Nelito, Duarte Vivo e António.

Com a igualdade a 4-4 a manter-se no final do prolongamento a decisão avançou para a marcação das grandes penalidades, tendo Jordan, Be Martins e Mauricinho convertido para o Sporting de Braga e Ozu e Nelito para o Sporting.

As equipas do Sporting de Braga e do Sporting têm marcado as últimas épocas do futebol de praia nacional, com os ‘arsenalistas’ a somarem quatro títulos nas últimas cinco edições, contra um do Sporting, que foi por três vezes finalista vencido.

O Sporting de Braga criou a sua equipa de futebol de praia em 2013 e nesse mesmo ano conquistou o título nacional invicto, impondo-se na final ao Estoril-Praia.

A formação ‘arsenalista’ é a que soma mais títulos nacionais de futebol de praia, quatro (2013, 2014, 2015 e 2017), seguida de um trio com dois, que integra Benfica (2006 e 2007), Vitória de Setúbal (2008 e 2010) e Sporting (2010 e 2016).

Em 2010 coexistiram duas provas. A Liga Nacional de futebol de praia deu origem ao campeonato nacional de praia, daí existirem dois campeões no mesmo ano.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.