Alípio Matos está de saída do Belenenses. O treinador da equipa de futsal confirmou ao SAPO Desporto as notícias que davam conta deste cenário, depois dos azuis do Restelo terem caído nos quartos-de-final do play-off da fase final do campeonato.

«Confirma-se que vou sair. Já transmiti ao vice-presidente a minha decisão. São ciclos que temos na nossa vida desportiva e que quando entendemos que há um projecto que está no limite só me resta compreender que esse ciclo acabou. O clube precisa de outras pessoas, com novas ideias e novos projectos e estará na altura de eu abraçar outros projectos também. Chegou a altura de haver uma mudança», afirmou o treinador, que estava há quatro temporadas no clube.

Questionado sobre quais as razões de uma época abaixo das expectativas, Alípio Matos assume por inteiro a responsabilidade: «Falhei eu, porque sou o único responsável. Não havia já o hábito do Belenenses ser eliminado tão precocemente».

«Começou tudo mal e a época foi complicada. Começámos com muitas limitações e a as coisas foram sofrendo metamorfoses. Não havendo estabilidade e um espírito completamente positivo corre-se sempre o risco de não correr como nós desejaríamos. Foi uma época muito difícil e provavelmente não foi gerida da melhor maneira. Os jogadores deram o máximo e mostraram muito carácter», acrescentou o agora ex-técnico dos azuis, revelando que o plantel tem pelo menos «dois meses de salários em atraso». 

A sobrevivência do futsal do Belenenses poderá estar em causa, mas Alípio Matos deixa um voto de esperança para o futuro da secção do clube. «O Belenenses veio dar uma lufada de ar fresco ao futsal português e ocupou um espaço que não era seu, dando brilho e competitividade. Foi um outsider que se intrometeu nas decisões e saio com o clube no coração. Espero que as pessoas com responsabilidades no clube consigam a sua continuidade», vincou.

Relativamente ao seu futuro, Alípio Matos garante não haver ainda nenhuma sondagem ou convite, mas mostra-se receptivo a qualquer desafio. «Admito também sair para o estrangeiro, mas vamos aguardar com tranquilidade. Agora é tempo de descansar», concluiu.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.