O experiente guarda-redes Bebé disse hoje que a seleção portuguesa de futsal tem de “fazer as coisas simples e bem feitas” nos dois encontros com a Noruega, de qualificação para o Euro2022, e “manter a união e confiança”.

“Aquilo que nós temos de fazer é, como o mister diz: Fazer as coisas simples, bem feitas! O mais difícil, às vezes, é jogar contra estas seleções que, em termos teóricos são mais fracas do que nós, mas acabam por equilibrar o jogo em termos físicos e por dificultar um bocado o jogo”, declarou o guardião dos Leões de Porto Salvo, de 37 anos, ao sítio oficial da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) na Internet.

Para levar de vencida a última classificada do Grupo 8 também vai ser necessário “manter a união, o sacrifício e, principalmente, o espírito de equipa que já está presente no ADN da seleção”, segundo Bebé, que voltou às escolhas do selecionador luso, Jorge Braz.

Um dos mais experientes da equipa, o segundo mais velho dos eleitos, não escondeu a “felicidade tremenda” por estar de volta e encontrar atletas novos, que considera chegarem “muito bem preparados”.

“Estes mais novos acabam por ser jogadores que vêm das seleções de base – algo que não havia quando eu tinha a idade deles – e são atletas que vêm muito mais preparados e com um conhecimento muito melhor do jogo e eu vejo um futuro muito promissor. Prevejo um futuro grande para esta seleção”, observou Bebé, que de ‘quinas’ ao peito soma 121 internacionalizações.

A seleção portuguesa, campeã europeia, iniciou hoje a preparação para o duplo embate com a Noruega, no Pavilhão Municipal da Torre da Marinha, no Seixal, nos dias 12 e 14 de abril, para o Grupo 8 de qualificação para o Euro2022.

Portugal lidera o agrupamento, com oito pontos, em quatro jogos, mais um do que Polónia e República Checa, enquanto a Noruega ainda não pontuou.

Qualificam-se para a fase final da competição, a disputar nas cidades de Amesterdão e Groningen, nos Países Baixos, entre 16 de janeiro e 06 de fevereiro de 2022, os vencedores dos oito grupos e os seis melhores segundos classificados – os outros dois disputam a última vaga num ‘play-off’.

Além dos anfitriões Países Baixos, também Croácia, Rússia, Azerbaijão, Bósnia-Herzegovina, Espanha e Itália já asseguraram a presença na fase final, ao vencerem os respetivos grupos.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.