Diego Sol deixou São Paulo em 2008 para rumar a Portugal e ao Belenenses. Aí esteve dois anos, deu nas vistas como fixo e conquistou uma taça de Portugal, título inédito na história do clube, tendo marcado um dos golos da vitória.

Seguiu-se em 2010 uma nova casa: o Benfica. Equipa onde aos poucos foi ganhando o seu espaço, tornando-se numa unidade importante.

No seu segundo ano nos encarnados, e depois de já ter enfrentado por diversas vezes o Sporting, Diego Sol referiu que os dérbis são realmente marcantes na carreira de qualquer jogador.

«Estes jogos marcam a carreira profissional de um jogador. Nós treinamos e trabalhamos pra isto. Um ambiente quente com muitos adeptos tanto no nosso pavilhão ou no deles. É uma emoção muito forte», confessou o jogador ao SAPO Desporto.

Depois da conquista da Supertaça diante dos leões, quis o sorteio que as duas equipas se encontrassem já à terceira jornada. Diego Sol considera que «talvez seja um pouco cedo para ter um jogo tão importante como este» porque «as equipas estão a entrosar-se e ainda a melhorar».

Independentemente desse facto, um dérbi é sempre para vencer.

«Vamos lá à procura da vitória como fazemos sempre» e o título de campeão ganho pelo Sporting em Loures já «é passado».

Nesta sua segunda época, Diego Sol referiu que irá fazer de tudo para ajudar a equipa e espera dar continuidade aquilo que de bom fez na primeira temporada.

O jogo Sporting – Benfica está agendado para este domingo, a partir das 17 horas.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.