No sítio oficial na Internet, o organismo explicou que Edu, como é conhecido, foi dispensado dos trabalhos da seleção portuguesa depois de ter tido um teste com resultado positivo ao novo coronavírus (responsável pela pandemia de covid-19), na terça-feira, e que para o seu lugar foi chamado o experiente André Sousa, de 35 anos.

“Nesta altura não contava ser chamado. Desde já quero mandar um forte abraço ao Edu. Não está a ser um momento fácil para ele. Não era isto que alguém desejasse. Resta-me desejar-lhe rápidas melhoras”, afirmou André Sousa.

O guarda-redes do Benfica explicou que chega em boas condições físicas ao estágio da seleção, já que começou a pré-temporada com o seu clube em 16 de agosto.

“Estávamos com três semanas de trabalho, de trabalho intenso, típico de pré-época. Tenho estado a sentir-me bem. Já fiz alguns jogos de preparação também. Agora é mudar o ‘chip’ e amanhã [quinta-feira] seguimos para a Lituânia”, disse o guardião.

Sousa soma 96 internacionalizações e esteve presente em seis fases finais pela seleção portuguesa (dois Mundiais e quatro Europeus).

Portugal está a estagiar em Oeiras e cumpre hoje os dois últimos treinos em solo luso antes de viajar na quinta-feira para a Lituânia.

A equipa de Jorge Braz estreia-se em 13 de setembro, frente à Tailândia, em jogo do Grupo C. Marrocos e Ilhas Salomão completam o grupo de agrupamento.

O Mundial2021 de futsal vai decorrer de 12 de setembro a 03 de outubro, nas cidades de Vilnius, Kaunas e Klaipeda.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.