A seleção portuguesa de futsal tem hoje a possibilidade de garantir a passagem aos ‘quartos’ do Europeu2022, frente à Ucrânia, sendo que um desaire, até cinco golos de diferença, é suficiente em qualquer cenário.

O embate está agendado para as 20:30 locais (19:30 em Lisboa), na Martiniplaza, na cidade neerlandesa de Groningen, à mesma hora a que se disputa a outra partida do agrupamento, entre os Países Baixos e a Sérvia, na Ziggo Dome, na capital Amesterdão.

Os campeões europeus e mundiais em título lideram o Grupo A do torneio continental, com seis pontos, resultantes de dois triunfos em outros tantos encontros, seguindo-se os anfitriões Países Baixos e a Ucrânia, com três, enquanto a Sérvia ainda não pontuou.

A formação de Jorge Braz venceu sérvios (4-2) e neerlandeses (4-1) nas primeiras duas partidas da fase de grupos, procurando o pleno contra os ucranianos, apesar de terem noção de que as contas da qualificação para a fase a eliminar são favoráveis aos lusos.

Uma vitória ou um empate garantem de imediato a primeira posição, que defronta, na ronda seguinte, o segundo classificado do Grupo B, enquanto uma derrota dificulta um pouco as contas, sobretudo se os Países Baixos vencerem a Sérvia, o que colocaria três seleções a dividirem a liderança, com seis pontos, com apenas duas a poderem passar.

Neste cenário hipotético, as partidas com a Sérvia seriam excluídas e passaria a contar um ‘mini-torneio’ entre os três conjuntos, que, ainda em igualdade pontual, teriam de ser desempatados através da diferença de golos nos jogos que realizaram entre eles.

Sendo assim, os Países Baixos já fechariam essas contas com um saldo negativo de dois golos (vitória 3-2 à Ucrânia e derrota 4-1 com Portugal), o que coloca os lusos, que têm um saldo positivo de três golos, com uma margem de cinco tentos pelos quais podem ser derrotados frente aos ucranianos, que, atualmente, apresentam um golo negativo.

Caso os Países Baixos não vençam a sua partida, qualquer resultado ‘serve’ aos lusos, mas, em caso de triunfo e se Portugal perder por cinco golos de diferença, consegue na mesma a qualificação, no segundo posto, devido ao confronto direto entre ambos.

Também hoje têm lugar os dois duelos do Grupo B, às 17:30 locais (16:30 em Lisboa), importantes para perceber quem poderá ser o rival da equipa das ‘quinas’ nos quartos de final da prova: o líder Cazaquistão, com quatro pontos, defronta a Itália, terceira, com dois, os mesmos da Eslovénia, em segundo, que joga frente à Finlândia, com um.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.