O guarda-redes Bebé disse hoje que a seleção portuguesa de futsal aterrou em Kaunas, na Lituânia, após uma “viagem tranquila”, estando já “ansiosa” para o arranque do Campeonato do Mundo.

“Estamos ansiosos para que a competição comece. Começa a haver aquele cheirinho a Mundial no ar. Já chega de jogos particulares. Nós agora queremos é que a competição comece. Queremos desfrutar do privilégio e da oportunidade de estar num Mundial de futsal”, declarou, citado pela Federação Portuguesa de Futebol (FPF).

Segundo o ‘veterano’, de 38 anos, Portugal quer “fazer o melhor possível, ganhar” mas ir pensando “jogo a jogo”, com o “mais importante” a ser desfrutar de cada momento.

A seleção abre o Mundial ante a Tailândia, no dia 13 de setembro, uma formação com “jogadores muito bons e muito experientes”, já habituados a grandes competições, com a motivação extra de quererem “ganhar à campeã europeia”.

Bebé é um dos ‘resistentes’ nas opções para a baliza, após Edu ter abandonado a comitiva devido a um teste positivo à covid-19, sendo substituído por André Sousa.

“Muito, muito triste pelo Edu, que não merecia esta situação, ainda por cima naquele que seria o seu primeiro Mundial. [...] Por outro lado, tenho aqui o André, um grande amigo meu, alguém que já conheço há muitos anos”, afirmou.

O primeiro jogo de Portugal será contra a Tailândia, antes de defrontar em 16 de setembro a seleção das Ilhas Salomão. A equipa das ‘quinas' jogará depois em Klaipeda, em 19 de setembro, a sua última partida da fase de grupos diante de Marrocos.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.