O capitão da equipa de futsal do Sporting disse hoje que os ‘verdes e brancos’ querem ganhar todas as provas que vão disputar na época 2019/20, com destaque para o campeonato, perdido na última temporada para o rival Benfica.

“Como todos os anos, queremos ganhar todas as competições oficiais. Queremos recuperar o campeonato e se possível fazer história e manter o título da UEFA Futsal Champions League. Acima de tudo, temos de ir degrau a degrau, prepararmo-nos de uma forma consciente e eficaz para que já dia 30 ganhemos a Supertaça ao Benfica”, antecipou o jogador do Sporting.

Sobre o plantel este ano às ordens de Nuno Dias, João Matos considerou que “é de qualidade muito idêntica ao do ano passado” e sublinhou que o mais importante é a união que o grupo vai construir ao longo do ano.

“Temos de nos unir, traçar um objetivo comum e rumarmos todos para o mesmo lado. Sermos uma verdadeira equipa muitas vezes supera a qualidade técnica. É preciso uma força interior que nos permita superar os momentos mais difíceis”, realçou.

Quanto ao rival Benfica, num discurso marcado pelo respeito e ‘fair-play’, o capitão ‘leonino’ considera que vai repetir-se a história dos últimos anos:

“Vai ser mais do mesmo. O Benfica é uma equipa recheada de grandes jogadores e treinadores, e vai ser mais um ano em que vamos estar a lutar pelo título e pelas competições internacionais. Vamos querer ter uma palavra a dizer depois da perda do campeonato e vai ser mais um ano em que a rivalidade vai estar ao rubro”, finalizou.

Taynan é um dos reforços que o Sporting contratou para a nova época. O brasileiro explicou que a adaptação tem sido fácil e confidenciou que quando defrontou os ‘leões’ na final da UEFA Futsal Champions League já tinha acordo para rumar a Alvalade.

“Já tinha acertado com o Sporting, mas estava a defender as cores do Kayrat. Foi um momento triste, mas ao mesmo tempo alegre por ver os novos companheiros como campeões europeus. Agora espero que sejamos bicampeões europeus e que a isso juntemos o campeonato português”, desejou o ala naturalizado cazaque.

Bernardo Paçó, guarda-redes, é outra das caras novas no plantel do campeão europeu e aos jornalistas assumiu que é um orgulho poder estar na equipa sénior leonina e partilhar balneário com o brasileiro Guitta.

“Ele é o melhor do mundo e certamente vou aprender muito com ele. É uma referência e quero muito que ele me ensine”, disse o jovem de 19 anos, que ainda assim não atira a toalha ao chão na luta pela titularidade.

“Quero jogar e vou fazer tudo para dar trabalho aos treinadores na hora de escolher quem vai jogar”, finalizou.

Depois de ter defrontado e vencido o Burinhosa por 4-2, os ‘leões’ têm jogos de preparação marcados frente à Quinta dos Lombos e ao Belenenses, estando a estreia oficial marcada para 30 de agosto, na Supertaça, frente ao Benfica.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.