Jorge Braz, selecionado nacional de futsal, mostrou-se muito feliz com o triunfo frente à Espanha (4-2), que colocou Portugal nas meias-finais do Mundial. Os portugueses vão defrontar o Cazaquistão na próxima quinta-feira (20 horas) e o treinador fez questão de colocar um travão no entusiasmo.

"Foi um jogo onde, desde o início, demonstrámos uma ambição gigantesca para vencer, e não ficou marcado por um outro erro após uma primeira parte equilibrada. Sofrer dois golos e reerguermo-nos... Sabemos muito bem o que queremos, tentar, ter esta ambição e dar tudo o que temos, disso ninguém nos pode acusar. E isso tem sido marca nossa e vai continuar a ser, porque vêm aí jogos ainda mais complicados. Agora estamos preocupados em recuperar bem e preparar o próximo jogo. Ainda não ganhámos nada! Passámos etapas que queríamos passar para o objetivo que temos. Agora, ainda não é momento de festa, é momento de estarmos felizes e orgulhosos, queríamos passar, mas o final do percurso que delineámos ainda falta lá chegar", reagiu Braz, em declarações ao site da FPF.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.