Mário Freitas, ala contratado ao Fundão, salientou esta sexta-feira a importância que é vestir a camisola do Benfica, comentando ainda o reencontro com o treinador Joel Rocha, com o qual trabalhou no Fundão.

"Nunca escondi que o Joel Rocha foi muito importante na minha carreira, mas sou apenas mais um atleta do Sport Lisboa e Benfica e mais um para ajudar este grande clube", afirmou o jogador durante a apresentação da equipa de futsal.

Peso da camisola:

"Eu coloco sempre as responsabilidades no máximo, independentemente do clube em que esteja. Toda a gente sabe o que representa o Benfica, não só no futsal, não só no futebol, mas no mundo. É acima de tudo um privilégio enorme estar aqui”.

Objetivos pessoais:

“Para já, quero-me adaptar rapidamente, é um grupo muito bom, muito forte, quero vencer com este clube. Mais do que os objetivos pessoais, o mais importante é o coletivo”.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.