Em videoconferência de imprensa de antevisão ao jogo decisivo, o ala italiano Alex Merlim destacou o espírito e a entrega do plantel de futsal dos leões como a ‘chave’ para o sucesso, que precisam de se manter numa final “decidida nos pormenores”, aos quais o Sporting vai estar atento, pois “a estratégia vence jogos”.

“Temos jogado com uma entrega em todos os jogos que ainda não tinha visto na nossa equipa. Quando um não chega, o outro chega. É esse o espírito da equipa e, numa final, não pode ser diferente. Temos de jogar com a mesma intensidade, sempre respeitando o adversário, mas nunca tendo medo”, vaticinou o atleta, de 34 anos.

A mescla de juventude e de experiência presente no plantel ‘verde e branco’ tem dado resultados, com Merlim, enquanto um dos mais experientes, a frisar o comprometimento dos jogadores mais jovens, onde se destacam Tomás Paçó e Zicky.

“Quem joga na nossa equipa, sabe a responsabilidade que é jogar no Sporting. São jovens ainda, mas estão a demonstrar um enorme caráter nestes jogos importantes, de extrema intensidade e rigor físico. Dou os parabéns para que continuem a trabalhar e evoluir, para estarem entre os melhores da modalidade”, vincou.

Merlim desejou uma “final digna” de Liga dos Campeões e, “se possível, com espetáculo”, embora “isso não baste para vencer”, mas assegurou um Sporting preparado para “fazer um bom jogo” e poder repetir a conquista de 2018/19.

Sporting e FC Barcelona, os últimos dois vencedores da prova europeia, discutem na segunda-feira o troféu da Liga dos Campeões de futsal, na final marcada para as 19:00 (horas de Lisboa), no pavilhão Dvorana Kresimir Cosic, em Zadar, na Croácia.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.