O internacional português Pauleta assumiu que a seleção de futsal vai ser o ‘alvo’ a abater no próximo Campeonato da Europa, por ser a detentora do troféu continental, mas também a campeã mundial da modalidade.

“Toda a gente quer ganhar aos melhores e nós atualmente somos os melhores, somos os campeões e toda a gente vai querer deitar-nos abaixo”, afirmou o jogador do Sporting, em declarações reproduzidas no site oficial da Federação Portuguesa de Futebol (FPF).

Ainda assim, o ala, de 27 anos, recusou que Portugal seja o favorito a vencer o Euro2022, considerando antes que o conjunto luso é “um dos candidatos”, numa prova na qual vai “encontrar dificuldades”.

“Ninguém joga sozinho e vamos ter pelo caminho, desde a fase de grupos, equipas complicadas e aguerridas. Nós vamos tentar fazer o nosso trabalho e lutar pela vitória em todos os jogos”, disse Pauleta, já no centro de estágios de Rio Maior, onde a seleção comandada por Jorge Braz se concentrou hoje, após dois dias trabalho no pavilhão do Leões de Porto Salvo, em Oeiras.

Pauleta, que fez parte da equipa que venceu recentemente o Campeonato do Mundo de futsal, mostrou-se “orgulhoso” por integrar novamente a elite nacional numa grande competição internacional, destacando, de resto, o entrosamento dos jogadores que vão marcar presença no Euro2022, poucos meses após a participação no Mundial.

“É mais fácil conhecermo-nos entre nós. Costumamos estar juntos na seleção menos vezes e, para termos um conhecimento entre nós, é complicado. Como as competições estão tão perto, agora é mais fácil trabalhar”, referiu.

O Europeu2022 de futsal disputa-se em Amesterdão e Groningen, nos Países Baixos, de 19 de janeiro a 06 de fevereiro, com 16 seleções divididas em quatro grupos. Os dois primeiros classificados de cada grupo qualificam-se para os quartos de final.

Portugal, que venceu a última edição da prova, em 2018, na Eslovénia, está integrado no Grupo A, juntamente com os anfitriões, a Sérvia e a Ucrânia, tendo estreia marcada para 19 de janeiro, diante dos sérvios, antes de defrontar Países Baixos, em 23, e Ucrânia, em 28.

Até à partida para o Europeu, a seleção nacional vai realizar dois jogos de preparação em Rio Maior, ambos diante da Macedónia do Norte, nos dias 13 e 14 de janeiro.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.