Portugal foi derrotado pelo Irão por 5-3 no último jogo do grupo D do Grand Prix, Torneio Internacional de futsal a decorrer no Brasil.

Para além da derrota, este jogo ficou marcado por uma polémica arbitragem de Gean Telles, o mesmo árbitro que já havia estado no jogo Portugal - Guatemala. O juiz, no decorrer do encontro, admoestou Cardinal com um cartão amarelo, o que o deixa de fora do próximo jogo, uma vez que já havia visto um nesta primeira fase da prova.

Numa primeira instância, Ricardinho viu também no decorrer do encontro um cartão amarelo, que o deixou logo de fora, à semelhança da situação de Cardinal, do próximo encontro. Mas após o final do jogo e por palavras, o internacional português acabou mesmo por ser expulso e assim ficará arredado, pelo menos, das duas próximas partidas.

No banco, descontente com o decorrer dos acontecimentos, o seleccionador nacional, Jorge Braz, falou com a equipa de arbitragem que lhe deu, sem se perceber o motivo, ordem de expulsão.

Assim sendo, no jogo Portugal – Espanha, relativo aos quartos-de-final do torneio, Portugal terá três baixas de peso.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.