No final do encontro com o Benfica, disputado na passada quarta-feira, Miguel Albuquerque admitiu que o Sporting foi superior ao Benfica.
“Saímos do jogo com perfeita noção de que somos superiores ao Benfica. Não tivemos uma noite feliz, o que fez com que saíssemos daqui com um resultado negativo. Tenho plena confiança na equipa. É certo que perdemos dois dos quatro objectivos que tínhamos para esta época, mas é também verdade que mantemos intactos os dois principais objectivos da temporada", disse o diretor do Sporting, em declarações exclusivas ao sítio oficial leonino.
“Saímos frustrados não só pelo resultado, mas por muitos outros factores extra jogo, extra arbitragem, que sucederam ao longo dos 40 minutos do encontro”, sublinhou.
O diretor do futsal foi ainda mais longe: “Não contem connosco para pactuar com faltas de respeito e de civismo. Isto não é uma guerra, é apenas um jogo de futsal. Não entendo como é que, sistematicamente, são aceites atitudes inqualificáveis de agentes desportivos”.
Eliminados da Taça de Portugal, Miguel Albuquerque acredita que o Sporting tem todas as condições de revalidar o título nacional.
“Reforço a ideia que temos todas as condições para conquistar o tricampeonato nacional. Quando digo tricampeonato é porque vencemos os dois anteriores", explicou.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.