DeChambeau, que sucede ao seu compatriota Gary Woodland no pamarés do US Open, tornou-se assim no terceiro jogador depois dos lendários Jack Niklaus e Tiger Woods a vencer este 'major', depois de já ter igualmente vencido os campeonatos universitário (NCAA) e amador, em 2015.

Segundo no arranque para a derradeira volta a duas pancadas do anterior líder, o jovem norte-americano Chris Wolff, que estava a disputar o seu primeiro US Open, DeChambeau esteve imparável nesta última ronda, tendo deixado Wolff a seis pancadas.

DeChambeau, que é conhecido pela abordagem científica que tenta fazer deste desporto, foi mesmo o único jogador a conseguir fazer a volta abaixo do Par do campo (70), com 67 pancadas, tendo os restantes melhores do dia finalizado no Par.

O novo vencedor do US Open concluiu a prova com um total de 274 pancadas, menos seis do que Wolff, que cumpriu a última volta em 75 pancadas.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.