O golfista português Pedro Figueiredo jogou ontem abaixo do Par 71 do HimmerLand Golf Resort, na Dinamarca, mas acabou no 52.º lugar no Made in HimmerLand, prova conquistada pelo austríaco Bernd Wiesberger.

O profissional de Azeitão, de 29 anos, entregou um último cartão com 69 ‘shots’, após registar quatro ‘birdies’ (uma abaixo), nos buracos 7, 8, 10 e 14, e um par de ‘bogeys’ (uma acima), no 12 e 13, mas não conseguiu trepar na classificação.

“Hoje [domingo], estavam condições ideais para fazer um bom resultado, tal como ontem [sábado], mas com menos vento e mais calor, portanto, as 69 pancadas não é um resultado por aí além. De qualquer forma, não joguei tão bem como nos outros dias, por isso o resultado até é aceitável”, começou por esclarecer Figueiredo, à Lusa.

Com um total de 279 pancadas (71+66+73+69), menos cinco, o golfista português lamenta, contudo, a exibição menos conseguida na penúltima ronda, que acabou por comprometer a sua classificação.

“Pelo que fiz nas primeiras voltas, sinto que poderia ter feito melhor, sobretudo ontem [sábado], em que não joguei mal, mas fiz um resultado que me penalizou bastante. Ainda assim, foi um torneio em que tive boas sensações e espero continuar a melhorar para o próximo”, acrescentou.

Depois de partir na frente para a última corrida ao título, o austríaco Bernd Wiesberger ampliou a distância para os principais rivais e ganhou confortavelmente o Made in HimmerLand, com 263 pancadas (-21), menos cinco do que o italiano Guido Migliozzi.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.