Os golfistas portugueses Pedro Figueiredo e Ricardo Santos devem falhar o 'cut' projetado do Joburg Open, na África do Sul, cuja segunda volta foi hoje interrompida devido à falta de luz natural.

Depois de uma hora de interrupção, por causa do mau tempo, a prova foi novamente interrompida face à falta de iluminação no Randpark Golf Club, em Joanesburgo, e será retomada no sábado, partir das 07:00 (05:00 em Lisboa).

Aquando da derradeira interrupção, Pedro Figueiredo era o único dos três golfistas portugueses que já tinha terminado a segunda volta, ocupando o 67.º lugar, com um total de 141 pancadas, uma abaixo do par do campo, que o deixa fora do 'cut' projetado (duas abaixo) e com poucas perspetivas de continuar em prova.

Ricardo Santos está em 80.º lugar e também tem tarefa complicada, embora ainda lhe falte concluir cinco buracos. Para se manter em prova, terá de somar, pelo menos, dois 'birdies' (uma pancada abaixo do par) e manter o 'par' nos restantes.

Mesmo com seis buracos para concluir no sábado, Stephen Ferreira está afastado, ocupando o 147.º posto, com oito 'shots' acima do par.

O Joburg Open, que decorre até domingo, é provisoriamente liderado pelo sul-africano Jacques Blauw, com um agregado de 129 pancadas, 13 abaixo do par do campo.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.