O número dois do 'ranking' mundial de golfe, o norte-americano Dustin Johnson, revelou na sexta-feira que não vai participar nos Jogos Rio2016 devido ao vírus Zika.

Numa declaração divulgada pelo seu empresário, David Winkle, no canal de golfe na sexta-feira, Johnson manifesta a intenção de ter mais filhos com a sua noiva Paulina Gretzky, pelo que considera que seria "irresponsável" arriscar contrair a doença, que se transmite através da picada de um mosquito.

"Como atleta, não consigo imaginar maior honra do que representar os Estados Unidos nuns Jogos Olímpicos. No entanto, depois de ponderada conversa com a minha família e equipa, decidi retirar-me dos Jogos Olímpicos de 2016", revela o atleta na sua declaração.

Johnson, que já tem um filho com um ano, acrescentou que não tinha sido uma decisão fácil de tomar, mas que não podia ignorar as suas preocupações em relação ao vírus.

O norte-americano junta-se assim a um considerável grupo de jogadores que já decidiram renunciar também devido ao Zika, entre os quais o líder do 'ranking', o australiano Jason Day, numa edição que marca o regresso do golfe aos Jogos Olímpicos, após uma ausência de 112 anos.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.