O Benfica goleou hoje o Sporting, por 6-1, em jogo da 17.ª jornada do campeonato nacional de hóquei em patins, depois de a meio da semana ter vencido os ‘leões’ para a Liga dos Campeões.

Os 'encarnados' começaram a construir a vitória cedo no encontro, por Carlos Nicolía, aos seis, 23, ambos de grange penalidade, e dois golos no minuto 24.

Perante um Sporting muito indisciplinado, o argentino destacou-se na cobrança dos castigos e viria a assinar um póquer ainda na primeira parte, a que se juntou um golo de Nil Roca (17), 'desenhando' o 5-0 que se registava ao intervalo. Numa segunda parte mais calma, o Benfica ampliou para 6-0 por Roberto di Benedetto (29) e Nolito marcou o golo de honra 'leonino' (34).

Com este triunfo robusto, o segundo frente ao rival no espaço de poucos dias, o Benfica recupera da melhor forma da goleada sofrida na última jornada frente ao FC Porto (7-1) e encurta distâncias para o primeiro posto. Com 17 jogos realizados na fase regular do campeonato, o Benfica soma 35 pontos e fica agora a oito do Sporting, que soma 43 e averbou hoje a segunda derrota na prova.

O Sporting entrou em campo apostado em surpreender o Benfica e, logo no primeiro minuto, Pedro Henriques, com duas defesas atentas, evitou o tento inaugural.

Depois, começou a odisseia de cartões azuis para os ‘leões’, com o primeiro a ser exibido a Nolito por derrubar Roberto di Benedetto. Nicolía, na marca da grande penalidade, mostrou eficácia e adiantou o Benfica no marcador.

Aos 12, novo cartão azul, para João Souto, por falta sobre Ordoñez, e, aos 17, Nil Roca, num remate cruzado ‘do meio da rua’, levantou as bancadas da Luz, ao fazer o 2-0.

Nos minutos seguintes, o Sporting reagiu com remates de Souto e Bridge, mas o poste e Pedro Henriques impediram a equipa de Alejandro Dominguez de voltar à luta pelo resultado.

Já o Benfica foi mais eficaz e não facilitou perante a indisciplina dos jogadores 'leoninos': em apenas dois minutos, o Benfica chegou ao 5-0, com Nicolía a marcar por três vezes e a completar um póquer na conversão de dois livres e uma grande penalidade, que castigaram faltas duras da equipa ‘verde e branca’.

Mesmo com o jogo na mão, o Benfica não tirou o 'pé do acelerador' e, nos primeiros minutos do segundo tempo, ampliou para 6-0, numa grande jogada de equipa, em que Roberto di Benedetto juntou o seu nome à lista de marcadores, batendo pela primeira vez José Diogo, substituto de Ângelo Girão, que não voltou do balneário após o intervalo.

Aos 34 minutos chegou, finalmente, um momento de felicidade para o Sporting, com Nolito a marcar o primeiro golo da tarde para a equipa de Alvalade, num remate forte, que fez a bola entrar ao ângulo da baliza de Pedro Henriques.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.