O líder FC Porto manteve-se hoje 100% vitorioso no nacional de hóquei em patins, com cinco triunfos em cinco jornadas, ao bater em casa o Sporting, campeão português e europeu em título, por 9-5, no fecho da ronda.

Gonçalo Alves foi a grande figura do encontro, ao marcar cinco dos nove golos da equipa portista, que nunca esteve em desvantagem e ao intervalo liderava por 5-3.

Numa primeira parte muito emocionante, mas nem sempre bem jogada, os golos foram uma constante e animaram o quase lotado Dragão Arena.

O FC Porto foi o primeiro a marcar, aos cinco minutos, por intermédio de Gonçalo Alves, num livre direto. O avançado portista esteve inspirado nos lances de bola parada e, nestes primeiros 25 minutos, quase não falhou.

O Sporting, em sintonia e equilíbrio com a pressão portista, empatou aos oito minutos, com um golo de João Souto.

Os ‘dragões’ conseguiram, na maior parte do tempo, estar em vantagem, tendo, no entanto, o Sporting no seu encalce. Rafa marcou aos 11 minutos, e, na resposta, os ‘leões’ voltaram a empatar, num livre direto, através de Ferran Font.

Antes do intervalo, Gonçalo Alves apontou mais dois livres diretos, sem qualquer hipótese de oposição do guardião sportinguista, e Reinado Garcia também marcou para os portistas.

Ferran Font também voltou a faturar, levando o jogo para o intervalo com uma vantagem do FC Porto por 5-3.

A segunda parte começou com um ritmo mais lento, mas, com o passar do tempo, a pressão foi crescendo.

O Sporting foi o primeiro a marcar e o equilíbrio voltou ao Dragão Arena, que hoje se apresentou quase cheio pela primeira vez em mais de ano de meio.

Dois lances de bola parada – uma grande penalidade e um livre direto – voltaram a fazer as duas equipas mexerem no marcador. Gonzalo Romero, com um grande golo apontado do meio-campo, ainda fez tremer os portistas ao marcar o quinto do Sporting (6-5).

No entanto, no momento decisivo, os comandados de Ricardo Ares conseguiram dar uma boa resposta.

O inspirado Gonçalo Alves voltou a marcar através de livre direto e, logo de seguida, faturou em novo contra-ataque rápido, colocando o FC Porto com três golos de vantagem.

Essa supremacia manteve-se até ao final e Ezequiel Mena veio selar o resultado com um golo nos últimos minutos da partida.

Com este resultado, o Sporting desce para a quarta posição, com 10 pontos, menos cinco que o líder FC Porto.

Jogo disputado no Dragão Arena, no Porto.

FC Porto – Sporting, 9-5.

Ao intervalo: 5-3.

Marcadores:

1-0, Gonçalo Alves, 05 minutos (livre direto).

1-1, João Souto, 08.

2-1, Rafa, 11.

2-2, Ferran Font, 13 (livre direto).

3-2, Reinaldo Garcia, 14.

4-2, Gonçalo Alves, 22 (livre direto).

4-3, Ferran Font, 22.

5-3, Gonçalo Alves, 24 (livre direto).

5-4, Gonzalo Romero, 33 (grande penalidade).

6-4, Carlo Di Benedetto, 34 (livre direto).

6-5, Gonzalo Romero, 34.

7-5, Gonçalo Alves, 38 (livre direto).

8-5, Gonçalo Alves, 41.

9-5, Ezequiel Mena, 48.

Sob a arbitragem de Rui Torres e Carlos Correia, as equipas alinharam:

- FC Porto: Xavi Malián, Rafa, Carlo Di Benedetto, Xavi Barroso e Reinaldo Garcia. Jogaram ainda Ezequiel Mena, Telmo Pinto e Gonçalo Alves.

Treinador: Ricardo Ares.

- Sporting: Ângelo Girão, Toni Peréz, Ferran Font, Matias Platero e Gonzalo Romero. Jogaram ainda José Macedo (gr), João Souto, Henrique Magalhães e Alessandro Verona.

Treinador Paulo Freitas.

Assistência: Cerca de 1.200 espetadores.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.