Oliveirense e Sporting de Tomar apuraram-se hoje para as meias-finais da primeira edição da Taça 1947 de hóquei em patins, juntando-se assim a Benfica e Sporting.

A equipa de Oliveira de Azeméis eliminou o Valongo, com uma vitória por 3-1, enquanto o Tomar afastou a Juventude de Viana com um triunfo pelo mesmo resultado, seguindo ambas para as meias-finais da prova, que decorre até domingo no Pavilhão Municipal do Luso.

Na partida entre a Oliveirense e o Valongo, a formação liderada por Edo Bosch até foi a primeira a marcar, aos três minutos, por intermédio de Diogo Barata.

Lucas Martínez repôs a igualdade, que acabou por se manter até ao intervalo. Mas, na segunda parte, Jorge Silva, aos 36, não desperdiçou o golo que fez a reviravolta. João Almeida fez o terceiro já a fechar o encontro.

Assim, a Oliveirense vai defrontar o Benfica (sábado, 11:00), que na quarta-feira eliminou a Sanjoanense no prolongamento (5-3).

No outro encontro, o Sporting de Tomar venceu a Juventude de Viana por 3-1.  A formação de Viana do Castelo entrou a vencer, com um golo de Francisco Silva, e este resultado acabou por se manter até ao intervalo.

No entanto, na segunda parte, a equipa de Tomar conseguiu dar a volta ao marcador, com golos de Lucas Honório, Alexandre Marques e Ivo Silva.

O Tomar defronta no sábado o Sporting, na segunda meia-final, que se realiza às 15:00, estando a final agendada para domingo, também às 15:00.

A Taça 1947 é uma prova criada este ano pela Federação de Patinagem de Portugal, cujo nome presta homenagem aos primeiros campeões mundiais e europeus. A prova reúne os oito primeiros classificados da primeira volta do campeonato, sendo que a ausência do FC Porto se deve ao facto dos 'azuis e brancos' se encontrarem em quarentena devido a casos de covid-19 no plantel.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.