Uma das figuras mais acarinhadas do hóquei português, após ter representado o FC Porto durante oito épocas, Pedro Gil regressou no passado verão ao Sporting, com o objetivo de ajudar o emblema leonino a conquistar o título nacional, que lhe escapa desde 1987/1988. Em entrevista ao jornal O JOGO, o espanhol, de 36 anos, mostrou-se exultante com o regresso ao campeonato português, onde já leva 14 golos.

“Vim para um ‘grande’, com ambição de ganhar tudo. Foi por isso que escolhi o Sporting. É assim que quero continuar, porque sei que cada dia que passa é menos um dia que tenho. Quero desfrutar o hóquei ao máximo nível e o Sporting deu-me essa possibilidade”, afirmou o jogador leonino, que tece resgados elogios à prática da modalidade em Portugal.

“O campeonato português é o melhor de todos. Há muita qualidade, com quatro, cinco equipas com um nível espetacular”, admitiu o experiente jogador.

Apesar do atraso dos leões na tabela classificativa – menos dois pontos do que a Oliveirense, três do que o FC Porto, e oito do que o líder Benfica – Pedro Gil acredita que o Sporting levará a melhor no final da competição.

“Enquanto há vida, há esperança. Ainda não acabou a primeira volta, faltam duas jornadas, por isso, há 45 pontos em jogo. Estamos atrás, mas lutaremos e trabalharemos, não vamos ficar por aqui”, afiança.

Pedro Gil está de volta a Portugal depois de ter representado o Infante Sagres e o FC Porto. Pelo meio, o jogador espanhol regressou a ‘casa’ para representar o Reus. O convite para reingressar no hóquei em patins português partiu do Presidente leonino, Bruno de Carvalho.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.