Não foram 7, nem 14, foram 21!

Quem as viu passar foi a África do Sul, que não conseguiu parar Portugal em jogo de fase de grupos do Mundial de Hóquei em Patins, perdendo para os lusos por 21-2.

Sobre o resultado, o treinador sul-africano Fernando Maia, visivelmente transtornado, afirmou que esta goleada foi fruto do medo que Portugal tem do jogo amanhã, 24, com Angola.

«O que perdemos neste mundial ganhámos em experiência», disse Cláudio Araújo, confessando que a África do Sul não estava preparada.

Luís Sénica, selecionador de Portugal, contrariou a opinião do colega da África do Sul. «Não procurámos golear, respeitámos a modalidade, o público e a África do Sul. Portugal quer o título e não vai mudar os seus objetivos», afirmou.

A seleção portuguesa quer um pavilhão lotado no jogo contra Angola, «para disputar um jogo intenso e um bom espetáculo», pediu Sénica.

«Angola e Portugal devem ser os melhores do grupo e acredito que Angola vai ganhar ao Chile agora à noite», continuou.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.