O português Nuno Resende, de 39 anos, assumiu hoje o objetivo trabalhar nas bases da formação do hóquei em patins angolano enquanto novo selecionador nacional de Angola na categoria de sub-20.

A apresentação do novo selecionador da seleção jovem angolana aconteceu hoje, em Luanda, com Nuno Resende a assinar um contrato de um ano com a Federação Angolana de Patinagem.

"Os desafios mais importantes que nos colocaram [federação] prendem-se com a qualidade, com a formação, em dar outra capacidade aos jogadores jovens em Angola. Vamos trabalhar muito nesse sentido, na captação, no trabalho dos vários aspetos da componente de treino", explicou à Lusa o novo selecionador de Angola.

No currículo de Nuno Resende, enquanto treinador principal de hóquei em patins, figura a experiencia de três anos no comando da União Desportiva Oliveirense, que terminou em abril deste ano.

O português sucede nas funções ao angolano Inácio Santos, que agora lidera a seleção principal de hóquei em patins do país.

"Ainda estamos a começar a trabalhar e em princípio só vão transitar dois jogadores. Mas pretendemos dar outra qualidade a esta seleção, apostar muito na formação dos jovens, para lançar as bases para reforçar a equipa principal", sublinhou Nuno Resende.

No currículo da seleção sub-20 angolana estão três presenças nas finais de campeonatos do mundo de hóquei em patins, nesta categoria.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.