Numa prova que estreou nova fórmula, as oito equipas foram divididas em dois grupos de quatro e ninguém era eliminado, com o primeiro de um grupo a defrontar depois o último do outro, e o segundo de o terceiro de outro, calhou à selecção lusa defrontar a mais fraca selecção do torneio, que não conseguiu em nenhuma altura contrariar o melhor hóquei português.

Desta forma, os golos foram-se sucedendo em catadupa, tendo Portugal atingido o intervalo a vencer por 11-0, marcando mais 12 na segunda parte.

Nas meias-finais, a selecção portuguesa vai defrontar a sua congénere alemã, que hoje afastou a Suíça por 2-0, enquanto a outra meia-final colocará frente a frente a Espanha, que juntamente com Portugal são favoritos a marcar presença na final, à França.

Nos embates de hoje, os espanhóis desembaraçaram-se facilmente da Inglaterra por 11-1, enquanto a França surpreendeu e bateu a Itália por 3-2, através do golo de ouro.

As equipas alinharam da seguinte forma:

- Portugal: Sebastian Silva, Pedro Moreira, Tiago Rafael, Ricardo Barreiros e Luís Viana.
Suplentes: Ricardo Silva, Valter Neves, Reinaldo Ventura, André Azevedo e Ricardo Oliveira.

- Áustria: Marco Wagner, Michael Schwendiger, Martin Laritz, Manuel Parfant e David Huber.
Suplentes: Andreas Kunz, Thomas Simcic, Michael Hammerer, Jakob Stockinger e Michael Witzemann.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.