A seleção portuguesa de hóquei em patins está ainda a "viver o momento" proporcionado com a conquista do Campeonato da Europa, mas já começou a apontar 'baterias' ao Mundial, que se realiza no próximo ano, na China.

"O limite agora é o céu, graças a estes atletas. A partir de agora estamos mais seguros do nosso caminho. Este grupo é fantástico. São atletas exemplares para os mais jovens. E, sim, a China está nos horizontes", afirmou o selecionador nacional, Luís Sénica.

Pouco depois de todos os elementos da equipa lusa terem sido condecorados pelo Presidente da República, no Palácio de Belém, o técnico fez questão de agradecer o discurso de Marcelo Rebelo de Sousa, que momentos antes tinha salientado o percurso de Portugal no Europeu da categoria, culminado com a conquista da prova, no sábado, diante da Itália (6-2).

"Estamos gratos. O discurso do Presidente da República tem o condão de nos colocar no lugar certo. Somos dignos representantes de uma nação competente, com alma, determinação e uma história longa. Quando nos permitem confrontos em circunstâncias de igualdade, somos capazes de provar ao mundo que somos fantásticos", referiu.

Por outro lado, Luís Sénica lembrou o papel preponderante de "pais, clubes, dirigentes, treinadores, atletas, das associações e da Federação" nesta conquista e destacou os recentes triunfos do hóquei nacional.

O 'capitão' João Rodrigues também admitiu que, apesar da recente conquista, a seleção nacional já começou a pensar no Campeonato do Mundo e revelou a intenção de regressar ao Palácio de Belém em 2017.

"Já falámos sobre o Campeonato do Mundo. Estamos a viver o momento, ainda um pouco nas nuvens, mas o Campeonato do Mundo, em setembro de 2017, será um objetivo que queremos alcançar. Será muito difícil, mas queremos voltar aqui, com novos títulos", frisou.

De resto, o avançado do Benfica considerou ser "uma sensação única" ser agraciado pelo Presidente da República.

"Nenhum de nós vai esquecer as palavras do Presidente da República e gostei muito de o ouvir dizer que não há desportos de segunda, são todos de primeira, e que aquilo que conseguimos não vai ser esquecido", disse, antes de salientar que "o desporto português atravessa um grande momento" e que "o futuro será risonho".

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, condecorou hoje com o grau de comendador da Ordem do Mérito os elementos da seleção portuguesa que no sábado venceu o Campeonato da Europa, numa cerimónia na qual estiveram presentes dirigentes da federação de hóquei em patins, o ministro da Educação e o secretário de Estado do Desporto.

O chefe de Estado entregou as condecorações aos jogadores e treinadores, saudando cada um com um forte abraço e, no final da cerimónia, acabou mesmo por aceder ao pedido dos jogadores e tirou uma 'selfie' com toda a delegação da modalidade.

No sábado, Portugal sagrou-se campeão europeu de hóquei em patins, ao vencer a Itália por 6-2, em Oliveira de Azeméis.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.