Cinco atletas portugueses tentam no próximo fim de semana, em Madrid, garantir lugar no torneio olímpico de esgrima, na prova zonal de apuramento, a última que permite assegurar vagas em Tóquio.

Miguel Machado, Diretor Técnico Nacional (DTN), garante que os atletas lusos – dois femininos e três masculinos – vão lutar “com todas as forças” pelas últimas vagas disponíveis.

"Nestes tempos tão difíceis, os atletas que irão disputar a Prova Zonal de Apuramento Olímpico terão, não só pela frente um vírus, como a tarefa mais difícil de enfrentar a última vaga para os Jogos Olímpicos Tóquio2020. Os nossos heróis irão lutar, com certeza, com todas as forças para conquistar essa vaga e todos estarão a puxar por eles", disse o DTN, em declarações à Federação Portuguesa de Esgrima

No sábado, entram em competição Catarina Madeira, em espada, Robert Moore, em florete, e José Pedro Godinho, em sabre, enquanto no domingo competem Carolina Oliveira, no torneio de florete, e João Cordeiro, na prova de espada.

De acordo com a FPE, para garantir qualificação para os Jogos Olímpicos Tóquio, que decorrem entre 23 de julho e 08 agosto, terão de alcançar a primeira posição das respetivas competições.

Portugal tem já assegurada a presença de 58 atletas nos Jogos Olímpicos, adiados no verão passado devido à pandemia de covid 19.

Desde Pequim2008 que Portugal não participa no torneio de esgrima dos Jogos Olímpicos.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.